Sobre o Congresso

Vinte anos após a memorável edição do Congresso Mundial de Lazer – Lazer em uma sociedade globalizada –, realizada em 1998 no Sesc Vila Mariana, o Brasil e, mais especificamente, o Sesc São Paulo, sediarão novamente o evento em 2018, de 28 de agosto a 1 de setembro, desta vez no Sesc Pinheiros, na capital paulista.

Nesta 15ª edição, o Congresso Mundial de Lazer abordará a temática das principais barreiras – físicas, socioeconômicas e simbólicas – que ainda existem e dificultam o acesso de todas as pessoas ao Lazer, bem como a necessidade da transposição e do enfrentamento sistemático desses entraves, o que poderá contribuir para o redimensionamento da questão do Lazer como um direito na sociedade contemporânea em suas diversas perspectivas, ampliando o entendimento do Lazer também como um tempo para ressignificação pessoal e de desenvolvimento social e comunitário.

Por meio de conferências, palestras, workshops, colóquios e apresentações de trabalhos, o objetivo é identificar, discutir e propor maneiras de superar estas barreiras, de modo que todas as pessoas possam fruir e usufruir plenamente do Lazer em suas diferentes formas e manifestações.

Além da presença de diversos especialistas em conferências, mesas temáticas e debates, profissionais e acadêmicos podem submeter trabalhos científicos e relatos de experiências realizadas nos vários campos e áreas temáticas relacionadas ao Lazer.

O evento, realizado em parceria com a Organização Mundial de Lazer (World Leisure Organization – WLO), e com apoio da Escola de Ciências Humanas da Universidade de São Paulo – EACH/USP, entre outros apoiadores, será uma oportunidade de integração e de troca de experiências exitosas no campo do Lazer entre pessoas e instituições de diferentes nacionalidades.

Paralelamente à programação científica do evento, os participantes poderão conhecer mais sobre nossa cultura, por meio de uma programação especial com apresentações artísticas, visitas a espaços culturais e a projetos de Lazer, e ainda realizar passeios turísticos na cidade de São Paulo.

Os principais temas a serem abordados no Congresso são:

  • Lazer além dos limites: direito, acesso e desenvolvimento humano;
  • Lazer e transposição de barreiras: superando barreiras físicas, socioeconômicas e simbólicas/culturais;
  • Lazer para Todos: acessibilidade, mobilidade e participação;
  • Lazer e Transformação Social;
  • Lazer sem Restrições: desafios e tendências contemporâneas.



Organização do Congresso

Organizadores


WLO – Organização Mundial de Lazer
  

Fundada em 1952, a Organização Mundial de Lazer (WLO) é uma associação mundial não governamental, composta por pessoas e organizações dedicadas à descoberta e ao fomento de condições para permitir melhores experiências no Lazer como possibilidade para o desenvolvimento humano e bem-estar.

O acesso à experiência significativa de lazer requer pré-requisitos como acolhimento adequado, educação, emprego e cuidados fundamentais de saúde. Além disso, muito mais é necessário para melhorar a qualidade de vida e a realização do potencial humano. Isso acontece através do esforço conjunto de poderes decisórios, dos profissionais e dos acadêmicos do Lazer, pesquisadores e fornecedores de programas dos setores público e privado.

A direção geral da WLO e as políticas necessárias para segui-la são determinadas por um Conselho Internacional de Administração de até 20 membros, provenientes de diversas origens e regiões geográficas. Os cargos diretivos incluem Presidente, Diretor de Operações, Vice-presidente e Tesoureiro.

Os principais assuntos e projetos da Organização são gerenciados por uma Secretaria Técnico-Científica, administrada pelo Diretor Operacional (atualmente estabelecida em Bilbao, Espanha). A gestão dos programas é descentralizada, sob a direção dos chamados Chefes de Programa, incluindo os responsáveis pelas Comissões da WLO, Grupos de Interesses Especiais, Centros Mundiais de Excelência em Lazer, Jogos Mundiais de Lazer, Prêmios e Honrarias, Academia Mundial de Lazer e a revista World Leisure Journal.

Para saber mais sobre a Organização WLO, visite o site.


Sesc – Serviço Social do Comércio

  

Criado e mantido por empresários do comércio, serviços e turismo, com o objetivo principal de promover bem-estar, engajamento social e uma melhor qualidade de vida para aqueles que trabalham neste setor da economia e seus familiares, é uma entidade privada, sem fins lucrativos, que visa servir ao interesse público.

O Sesc reconhece a necessidade da criação de experiências de aprendizagem não formal através do estabelecimento de relações diversificadas entre arte e tecnologia, meio ambiente e saúde, esporte e comunicação. Estas oportunidades estão abertas a pessoas de todas as classes sociais e das diferentes faixas etárias: crianças, jovens, adultos e idosos.

Ao fazer isso tornou-se um espaço para todos, indo além daqueles que trabalham no comércio, atingindo a população em geral.

Atualmente com 38 centros culturais e esportivos no estado de São Paulo, e também um canal de TV (SescTV), uma editora (Edições Sesc), uma gravadora (Selo Sesc) e um Centro de Pesquisa e Formação (CPF), a instituição busca oferecer o melhor em arte, fotografia, teatro, circo, música, esporte e muito mais.

Uma grande variedade de atividades são oferecidas em diferentes campos, como educação e cidadania, saúde e nutrição, artes, cultura digital, esportes e atividade física, segurança alimentar, além de programas específicos para cada um dos públicos (crianças, jovens, adultos e idosos).

O Sesc, portanto, implementa permanentemente iniciativas de educação não formal que procuram valorizar e incentivar o desenvolvimento das pessoas, fomentando sua autonomia, bem como o contato e interação com diferentes expressões e formas de pensar, agir e sentir.

Conheça mais sobre o Sesc São Paulo.


Apoio Institucional

Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo – EACH/USP


  

A Universidade de São Paulo (USP) é uma universidade pública, mantida pelo Estado de São Paulo. O talento e dedicação dos docentes, alunos e funcionários têm sido reconhecidos por diferentes rankings mundiais, criados para medir a qualidade das universidades a partir de diversos critérios, principalmente os relacionados à produtividade científica.

Com os trabalhos iniciados em 2005, a Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo (EACH/USP) possui a inovação e a qualidade de ensino como seus principais valores. A unidade, localizada no campus leste da USP, dispõe de corpo docente contratado em regime de dedicação integral e projetos de pesquisa envolvendo as áreas de artes, ciências e humanidades.

Em termos de infraestrutura possui, dentre outras instalações, uma Biblioteca Central de elevado padrão, laboratórios temáticos e integrados, instalações e equipamentos sofisticados, além de serviços de apoio, como os voltados para os estudantes (refeitórios, salas de estudos, cursos de línguas e de informática, apoio psicológico, e outros).

A EACH/USP abriga, entre outros, o Bacharelado em Lazer e Turismo, os programas de pós-graduação em Turismo e em Ciências da Atividade Física, e o Grupo Interdisciplinar de Estudos do Lazer.

Para saber mais acesse www.each.usp.br.


GIEL

 

O Grupo Interdisciplinar de Estudos do Lazer (GIEL/USP), criado em 2008 na Universidade de São Paulo (USP) e certificado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), reúne pesquisadores de distintas formações e atuações com perfil voltado aos estudos do Lazer e que acreditam na importância desta área como fundamental para o desenvolvimento humano. Propõe-se a desenvolver pesquisas e intervenções e a promover projetos que possibilitem a compreensão dos mecanismos, ações e estratégias voltadas ao lazer, turismo e atividade física e suas interfaces nas mais distintas esferas sociais. Seus trabalhos privilegiam uma ótica interdisciplinar, ressaltando a colaboração de distintas áreas de conhecimento, tanto numa perspectiva nacional quanto internacional.

Conheça o GIEL em www.each.usp.br/giel